Notícias

1 19/06/2024 17:30

As denúncias abalaram o ambiente já tenso na Câmara e trouxeram à tona três acusações extremamente sérias que, segundo o edil, precisam ser investigadas pelo Ministério Público

A sessão ordinária da câmara municipal de vereadores de Canavieiras, sul da Bahia, realizada na última terça-feira (18), foi palco de acaloradas discussões e sérias denúncias (Veja na íntegra). O vereador Leceps (PTB) usou a tribuna para denunciar supostas irregularidades cometidas pelo colega parlamentar Nizão da Oficina (PP), que minutos antes, em sua fala, disse que:

 "Na verdade ele (Lecepis) faz isso sabe por quê? O CREAS estava fechado. Eu acho que ele chegou lá, arrombou o CREAS para fazer isso daí", disse Nizão, se referindo às imagens de depredação do imóvel que ele mesmo havia passado no telão da Câmara alguns minutos antes.


Vereador Nizão da Oficina mostra vídeo do estado de depredação do CREAS na 19ª Sessão Ordinária do Primeiro Período Legislativo de 2024. Imagem: Câmara Municipal de Canavieiras

E continuou:

"Falou besteira e continua falando besteira. Por quê não botou a cadeira lá no CREAS e atendeu o povo, com a laje caindo? Foi você quem indicou o secretário de obras, e por quê ele não foi lá reformar. E cadê o seu secretário? E você vem falar de uma coisa que você mesmo não fez? Você não tem competência. Por isso que abandonou o seu cargo. Se tivesse competência tinha mandado o seu secretário reformar o antigo CREAS, mas você é incompetente", vociferou o vereador.

Leceps, que afirmou enfrentar dificuldades para desempenhar seu trabalho devido a um suposto "boicote", apresentou três acusações graves que, segundo ele, precisam ser investigadas pelo Ministério Público (MP). A primeira denúncia envolve um incidente ocorrido em fevereiro deste ano, quando uma servidora da câmara precisou ser hospitalizada após um episódio de "esbravejo" por parte do vereador Nizão.

Além disso, Leceps acusou Nizão de uso indevido de veículos do poder executivo. Segundo a denúncia, um veículo do executivo estaria sendo utilizado de maneira inadequada pelo vereador, configurando desvio de função e desperdício de recursos públicos.

A terceira acusação é de desvio de finalidade orçamentária. Leceps afirmou que o orçamento destinado a determinadas áreas está sendo utilizado para fins não previstos, o que pode prejudicar a execução de políticas públicas e comprometer a transparência na gestão dos recursos.

A terceira acusação é de desvio de finalidade orçamentária. Leceps afirmou que o orçamento destinado a determinadas áreas está sendo utilizado para fins não previstos, o que pode prejudicar a execução de políticas públicas e comprometer a transparência na gestão dos recursos.

Link do momento da discussão entre os dois parlamentares: https://youtu.be/a56UAzkro6U

 

Da Redação







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.430-180
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.